Amor eterno

Conheci o teu rosto,

Em algum lugar no passado

e já chorei o desgosto,

do nosso amor acabado.

Outras pessoas conheci.

Refiz-me em outros braços.

Em outros beijos me perdi,

por tantos rumos criei laços.

Anos que demoravam passar,

Sonhos, que nem com o tempo perdi.

Vida que não queria encarar,

beijos que jamais esqueci.

Foram lições diferentes

vivencias que trouxeram dor.

Deixaram rastros evidentes,

que jamais esqueci teu amor.

Pela mão do destino, te reencontrei,

algumas palavras, um beijo, um olhar;

estou contigo novamente...

Hoje, meu caminho refaço,

Em teus braços me abrigo, me enlaço;

Percebi, que te amo eternamente!

Nenhum comentário: