Hum... essa minha loucura!..

A noite desceu

e com ela a saudade e vontade de você!

O ventinho frio, que passa pela pequena abertura da janela

e a escuridão do nosso quarto,

trazem de volta, lembranças tão constantes

e as marcas da tua passagem por aqui.

Hum... este cheirinho que ficou nos lençóis...

as nossas roupas em desalinho

faz-me sentir, você em mim, novamente.

No coração sinto, ainda,

o pulsar da nossa emoção

e no meu corpo trago marcas inesquecíveis, do teu.

Tento então desviar o pensamento,

mas impossível não pensar, não querer, não desejar...

Como negar algo, que vive pulsando em meu ser?

Como não ouvir os gritos desesperados da minha alma

e os anseios frenéticos do meu corpo?

Como negar, a minha vontade de te amar, em te ter?

E nessa minha loucura,

tento disfarçar; abraço o inerte travesseiro,

mas... sinto o teu cheiro...

e nele me embriago, pensando em teu excitante beijo.

E viajo em nosso mundo,

entre a mais doce ternura e o mais intenso desejo.

Nenhum comentário: