Apenas um sonho

... pedi que fosses ao bar

e pegasses alguma bebida.

Corri e troquei a lampada forte do quarto,

por outra fraquinha.

Tinha apenas alguns minutos.

Despi a roupa, vesti a fantasia.

Calcei a sandália alta.

Coloquei teu perfume;

uma louca magia!...

Liguei o som quase baixinho...

e, naquela barra de ferro;

dançava e o corpo contorcia...

cada passo, teu olhar me seguia.

Caras e bocas, palavras fatais.

Doce veneno!...

em cada movimento, uma sedução...

fui aos poucos tirando as vestes,

onde a nudez se fez canção...

Um toque perfeito!

Deleite, carícia, uma delícia!

Uma noite louca!

Cujos beijos, ainda tenho o gosto na boca.

Apenas um sonho!...

Talvez um latente desejo;

que ao despertar, percebi:

o enorme desejo,

que sinto por ti!

Nenhum comentário: