Ah, esse amor!...

Amor, palavra que exprime tudo,

mas nem todos sabem

o que realmente quer dizer.

Estive revendo minha vida...

complicado amar do meu jeito.

Esse amor de entrega e doação.

Aquele que já não mais se ouve comentar.

O que se vive por ele, sem nada esperar.

Um amor citado em fábulas atualmente,

ultrapassadas.

Talvez, ultrapassada mesmo seja eu,

ou, esse sentimento profundo,

esquecido pelo mundo.

Ah, vida engraçada!..

Muitos que falam nesse amor.

Tantos, que nem dele querem saber.

Outros que dariam tudo pra ter,

sentir... e eu, pobre de mim,

hoje num abismo profundo,

numa tristeza infinita,

exatamente por ele,

tão enraizado, para mim, traidor;

que roubou minha alma,

minha vida e agora?

Na incerteza, num desafio a proeza,

de caminhar sem você,

minh'alma chora...

Ah, minha vida,

meu sonho mais lindo,

mais profundo!

Por que assim me deixa?

Por que tem que ser assim?

Por que entro na sua vida,

sempre na hora errada,

mais inconcebida?

Por que não me abre um pouquinho,

esse coração?

Deixe lhe mostrar

um caminho diferente,

uma estrada colorida,

segurando em sua mão.

Ah, saudade infinita!

Que me corta a alma,

me deixa aflita,

uma vontade imensa!..

. que maltrata, corrói a alma

e quase me mata.

Quem dera... se nesse lugar,

de um céu tão azul,

de tão bonito mar, eu pudesse estar,

num cantinho desse coração

e não me perdesse desse olhar.

Agradeço a todos os meus amigos a

compreensão e o carinho.

Estou voltando aos poucos.

É difícil ficar distante de vocês.

Como também, me faz falta a

diversidade dos maravilhosos posts,

aos quais estou habituada.

Graças a Deus, meu pai está melhor

e com previsão de alta, para terça-feira.

Que Deus abençoe a todos!

Beijos

Nenhum comentário: