Minha doce saudade

Tenho lembrado de você,

sempre e ao mesmo tempo,

tentado esquecer...

Dúbio, controverso? Sim!

Porque continuo aquela boba,

que passou a se esconder,

com vergonha de lhe ver.

Porque fiquei,

boa parte da minha vida,

tentando juntar meus pedacinhos

e descobri; ainda que juntos,

não mais terei o que perdi,

nada será como antes

e tenho medo de sofrer.

Porque me dói muito saber,

que alguns amigos se foram,

outros que já não mais vejo

e eles continuam tão presentes:

na minha saudade,

no meu coração

e na minha emoção...

porque ainda trago doces e lindas,

lembranças da minha infância,

que o tempo,

por mais que passe,

não apaga e sem pedir licença,

sem perguntar se podia,

fez morada em meu coração!

Simplesmente, quero dizer:

você fez parte do tempo

mais bonito da minha vida!

Que trago imagens inapagáveis

em minha mente...

E por mais que os anos passem,

elas serão sempre constantes.

Não esqueça de mim!

Sou alguém que não fala pela boca,

mas pela alma...

alguém capaz de chorar

a lágrima do outro, sorrir suas alegrias...

mas receber um carinho seu...

deixa os meus olhos brilhantes!

Aos meus amigos de ontem,

aqueles que já não sei;

eterno carinho e doces beijinhos...

Aos que já nos deixaram,

aos novos que agora encontrei.

Que Deus ilumine seus caminhos!

O sentido da vida

Fechei os olhos

percebi teu cheiro

impregnando nosso quarto

acelerando meu compasso.

Sentindo o teu corpo,

bem perto chegando.

Meu coração bateu forte,

com tuas mãos me tocando.

No teu carinho,

nos teus lábios

seguindo teu caminho;

arrepiei, entonteci!

Fui aos poucos

te despindo,

e no roçar de nossos corpos

minha voz lânquida, sumindo...

Em teus braços:

dancei como bailarina;

sorri feito menina;

brinquei de paciente e doutor.

Viajei ao infinito

Percebi teu gemido.

Pensei ao céu ter chegado,

vi o mundo mais colorido.

Em nossa volúpia envolvida,

nem o tempo percebi,

chorei de tanto amor.

No teu arrepiar, estremeci...

assim, em êxtase,

em transe, entorpecida,

no teu corpo

entendi o sentido da vida.

No mundo dos bons blogs (edição renovada)

Em passeio pela blogosfera descobri que aqui é

realmente, um Lugar gostoso, onde podemos fazer

boas amizades, participar das Conversas da xaxa,

apreciar as belezas fotográficas do Neves e conhecer

os poemusicas do Naeno.

Por aqui também tive a oportunidade de conhecer os

livros de Vieira Calado, a diversidade do mundo de

Suruka. A Suka deixou nosso espaço e com ela, as

quentes histórias de seus amores. Muita coisa boa.

No grito do poeta, descobri nobres sentimentos. E

nas doces palavras da Bia, percebi o maravilhoso

canto do Collibry. Foi aí que decidi, atender aos

apelos do meu ego, que me

impulsionava a dar muito_mais_de_mim, nesses

momentos, em que aqui me encontro. No limiar da minha

loucura senti a nobreza da Poesia portuguesa, assim

como Palavras ao vento, trazendo-me um Silêncio

sentido, em cada palavra da Bel.

O Barão, elegantemente visualizado, em Branco e

Preto, traz o estilo clássico das Cameratas.

Nas Vivências da Fátima e nos poemas de autores

famosos, tão bem relembrados pelo Fernando,

percebo as Almas Poéticas que Há flor da pele

irradiam.

Diante do Castelo do Beja recordei as Cartas sem

valor, as quais me transportaram aos Contos e Crônicas.

O diário da Adriana é um livro aberto à rotina de uma

mulher que vai a luta. O Drewss deixa que

seus pensamentos se transformem em um Mar de

sonhos.

Enquanto o carinho da Ana Luar mostra o lado

poético da vida, os meninos do Manual do suicídio

revelam a realidade nua e crua dela. Em contra

partida, e graças a Deus, existem os Ditos e contos

que amenizam as tensões do dia a dia.

Nas Margens douradas retratadas pela Menina do Rio

encontrei alguns contos, bem descritos pelo Gui.

Mas as palavras filosóficas do Hassan, me deixaram a

certeza, que o mundo precisaria conhecê-las.

Principalmente eu, que de vez em quando, percebo as

Sombras de mim, que tanto me inquietam a alma.

Luz de Luma; uma filosofia, um grito de protesto, ou

uma boa história? Pouco importa! Coisas boas, também

como do Alentejo e todos que aqui descrevo, bem vindas serão.

De-propósito no meu Silêncio culpado, diante da

violência do mundo, pedi perdão a Deus pela

humanidade. Pedi ao Mitro que voltasse, pelo tempo

que se afastou. Pois muitos como Maria, a blogosfera

deixou.

João Felipe e J. Guerra, apresentam, cada um, seu

modo de ver e sentir, as alternativas de vida. Já a Karol,

fala sobre os aspectos da sua. Mas todos, em

bom tom, em bom gosto!

Ah! A Praia do destino... quantas poesiasmgd,

quanto amor na Pureza das palavras do Tozé.

Enquanto a Janaína, conta as duras verdades do

nosso país de uma forma jocosa, engraçada...

No Thornlessrose percebi quantos amigos passaram;

Lino, Agrestino, Abre parênteses, Defensor, Maria

Ventania, Netmito, Que momento, Red Angel, O

montado altaneiro e Serbão. Esse, que hoje, nem mais

o link eu tenho. Porém, jamais os esqueço.

No Infinito pessoal tenho a oportunidade de conhecer

um pouco mais sobre a cultura portuguesa. Vi que a

Yvonne, em um de seus belos posts, comentou a sua ida ao Rio de

Janeiro. E consigo viajar pelas belas imagens

do partículas do tempo.

Como todo Sonhador, vejo desejo no conterrâneo, O

sibarita e Luz de Lua em meus Momentos de vida.

No blog_da_Magui, escuto canções, que trazem a

imagem do meu amado e viajei no Luar,

ofuscada pelo brilho intenso da lua prateada .

Pra falar a verdade, adoro todos que por aqui passam.

Talvez, por ter os Olhos de Mel tenha Opiniaum

diferente, controversa desse mundo cruel, que assusta.

Tenho aprendido muitas lições de vida com o Árabe:

1º Sou verdadeira;

2º Falo o que penso;

3ºsinto a dor pelo outro;

4º gosto de dizer: Te amo! Toda hora ao meu

amado;

5º Adoro escrever textos que falem dos meus queridos

amigos, ou com títulos de musicas que gosto.

Contei minha Vida através de minha alma poética. E

assim, relatei algumas das minhas manias. Missão que

recebi da sonhadora Wispers. A qual agradeço imensamente o

carinho.

Deixo essa missão a todos os meus amigos, que enriquecem o meu

cantinho. Um beijo a todos com todo meu carinho.

Sem vocês ele não seria nada.

Meu amor,

Mais uma cartinha que escrevo

olhando o céu cheio de estrelas.

Vejo teus olhos

brilhando nos meus.

Imagino teu rosto lindo,

teu sorriso de menino

sonhando com meus lábios nos teus.

Nos teus braços me sinto envolta,

no calor da tua pele fico louca

e no meu corpo, neste transe,

neste enlace, sinto teu cheiro,

me delicio com teu beijo...

Meu amor lindo,

longe de ti, nada sou, não me acho

vem! Sacie esse imenso desejo...

Muitas vezes,

quero apenas um abraço.

Estar contigo e em teu colo

esquecer o mundo.

Em nosso sonho,

a lua alcançar.

Caminhar nas estrelas,

numa viagem de um segundo

e num lindo jardim, te amar...

Na fusão de nossos beijos

sentir nuvens em flocos,

arrepios em nossos corpos

e anjinhos a cantar.

Pois quando te sinto, ou te vejo,

renasce um enorme desejo.

A saudade agora dói na alma!

Preciso desse afago,

que tanto me acalma...

Sol da minha vida!

Contigo o meu mundo é mais bonito...

No teu toque, me derreto, me perco.

E nessa paz do meu amor,

sou tua mulher, tua flor.

Te sinto como diz na canção;

uma beleza imensa!

E no céu de minha alma,

guardei teu coração.

Hoje dia do médico. Dia em que deveríamos homenagear

esses profissionais que juram no fim do curso,

zelar pela vida do ser humano, acima de qualquer coisa.

Infelizmente, temos visto um crescente

número de profissionais que colocam o

material acima do espiritual,

acima do ser que sofre e depende de seus préstimos.

Mas, ainda existem os que independentemente

de cor, condição social, raça, religião, e cultura,

oferecem muito mais que um frio e simples atendimento.

Oferecem um amparo, um abraço amigo, um ouvido para

escutar e olhos atentos pra enxergar, que além da dor física,

existe muito mais, em inúmeros pacientes que os procuram.

A esses dedicados profissionais, que amam verdadeiramente

a profissão e acolhem pacientes como um seres humanos,

que sofrem e precisam de amor, a minha homenagem,

um carinho a todos, na pessoa do médico oncologista,

Dr. Francisco Dantas.

Chico, Francisco, doutor

Tem muito Francisco na vida

que não é Chico, é doutor.

Tem muito Chico pela vida

que é Francisco, sem amor.

Mas, o Francisco que é Chico

e é também doutor;

quase não existe, são poucos...

abençoados pelo Senhor.

Por tuas mãos passam vidas

que levam mais que receitas.

Levam carinho e amparo,

destas mãos tão perfeitas!

Coração que usa na lida,

tentando curar a ferida,

chora como simples mortal,

quando um paciente é fatal.

Visitem e conheçam no site a ASGAP, e/ou aqui:

http://www.youtube.com/watch?v=hw5jXXBYNKo

um sonho desse médico humanista,

hoje uma realidade!

Por um mundo melhor

Nessa oração, Senhor;

peço pela paz do mundo,

pelo amparo aos necessitados,

pelos que à sorte, sentem dor.

Pela recuperação dos enfermos,

por todos os aflitos,

pelos que não têm amor.

Pelos que sofrem,

pelos desajustados,

pelos famintos,

pela ambição que assola a humanidade.

Pelos drogados,

Pelo direito a vida de toda criança,

pela violência que tira a liberdade.

Pela incompreensão,

pelas catástrofes que assolam,

pelas crueldades que ceifam vidas,

pelos inconseqüentes,

por todos os pervertidos e dementes,

por um mundo melhor,

por todas as pessoas carentes!..

Que ao pobre não falte alimento, um abrigo,

e a sua vida seja amparada.

Que a maldade se transforme em bonança!

O mundo não se perca na violência,

os maus consigam ver a luz do bem,

que possamos ter esperança...

Pela humanidade, Senhor, peço clemência!

Obrigada por tudo!

Pelo mundo maravilhoso que criou;

pelas flores que enfeitam a natureza,

pelo canto dos pássaros cheio de beleza.

Pelo carinho e ternura,

Por tudo que nos ensinou!

Peço desculpas, pelas lições não aprendidas,

que ficaram perdidas pela vida...

por tudo que o homem não valorizou!

A dor de uma saudade

No momento em que o navio erguia a âncora,

Lara apoiou-se à amurada e contemplou

demoradamente a cadeia de montanhas

que se recortava, ao longe, num céu pálido

encoberto por nuvens.

Suas pernas estremeceram, as lágrimas começaram

a cair copiosamente de seus olhos... Não sabia

que seus gestos eram observados pelo comandante,

que com uma atenção discreta, disse para si mesmo:

"Ali vive um coração partido;

deixa o porto, mas leva na bagagem lembranças

que lhe cortam a alma. "

Ao voltar-se, Lara encontrou o olhar do ainda

Jovem comandante (cuja admiração lhe amenizava

os olhos soberbos).

Seus lábios tremeram, as pálpebras baixaram durante

alguns segundos, envergonhada pelo semblante

desfeito pela dor.

Apressou os passos e em segundos alcançava

o corredor que a levaria ao aposento, que durante

aquela viagem seria a sua casa.

Prostrada na cama, as lembranças se faziam cada vez

mais presentes e os últimos acontecimentos pareciam

filmes, numa tela que não conseguia apagar. Num gesto

involuntário, levantou, abriu a bolsa e apanhou um

álbum de fotografias. Sentiu medo de abrir; ali estavam

suas melhores e mais doces recordações.

Apertou-o contra o peito e naquele momento desejou

que o mundo acabasse.

Lentamente foi folheando as páginas e em cada uma,

uma dor, uma saudade. A visão, ofuscada pelas

lágrimas, marcava as fotos de uma história de amor.

Precisou fugir de tudo, deixar para trás, o sonho mais

lindo de sua vida, a sua razão de viver, por um motivo

importante; precisava entender e resolver algumas

questões, que aos poucos vinham minando sua

relação; O ciúme incontido e desenfreado.

Dentre as fotos, encontrou uma do passarinho,

que todos os dias, em sua janela bebia água e em

sinal de agradecimento passava horas cantando.

Pequeno gesto, mas que trazia um grande alento

a seu coração. E tudo aquilo remetia, diretamente, ao

amado. As horas de espera, que aquele canto alegrara.

Até o fim da viagem, Lara conservara-se a mesma:

contemplativa, distante, chorosa. O comandante,

que em sua discrição observava, muitas vezes, sentiu

que seu coração havia sido tocado pela imagem,

que era, se não bonita, de uma sensibilidade comovente.

Em vários momentos, sentiu imensa vontade de se

aproximar, oferecer ajuda, o coração... Mas, ela em

sua dor contrita, nada percebia; nada a encantava.

Apenas o desejo incontido de estar de volta.

Saltou no porto, coração apertado. Em seu pensamento

apenas um desejo. Pulsação acelerada... Procurava ansiosa

por todos os lados, quando avistou ao longe,

os lindos olhos de seu amado!

Amor perfeito

Hoje estive a ouvir As canções que você fez pra mim. E, confesso, essas

Atitudes me fazem perceber, que existe um homem Muito romântico

em você, Além do horizonte que imaginei.

Mais uma vez, o amor nos trouxe de volta. E nesse reencontro,

a nossa História de amor, renasceu, porque estive sempre Esperando você.

Falando sério; Eu sem você nada sou e sempre mantive minha ,

que algum dia, Nossa Senhora, nos proporcionaria um novo encontro.

Nessa Minha história de amor, aqueles Momentos tão bonitos,

ficaram marcados e eternizados na memória. E Na paz do seu sorriso,

ao som daquela Música suave, que se tornou a Nossa Canção,

me senti plena, realizada!..

Pelas esquinas de nossa casa, lhe procurei muitas vezes e Pra ficar

com você, seria capaz de qualquer coisa, porque

Eu te amo, te amo, te amo!

Quando você Me disse adeus, passei uma Noite de terror.

As pessoas me diziam: - Não precisa chorar, pois nem O tempo vai

apagar, o que houve entre vocês. E muitas vezes me peguei pensando:

Onde anda o meu amor?

Olhando estrelas fiz uma oração a Jesus Cristo e a Luz Divina,

me sinalizou com uma imensa esperança, de que Outra vez, me

encontraria em seus braços. Como sei que o Meu ciúme, não tirou

O gosto de tudo que vivemos.

Aquele dia, Quando vi você passar, a Doce loucura e a Simples mágica

nos envolveu e a preocupação era saber Se você me esqueceu...

Mas estava em seu olhar, que aquele Sonho lindo, não havia acabado.

E entre lágrimas de Emoções, recordamos aquele inesquecível

Café da manhã.

Lembrar nossa história, nos remeteu aos sonhos e com carinho você

sussurrou ao meu ouvido: minha Amada amante; Não precisa chorar,

é teu, somente teu, meu coração... E eu, aproveitei pra dizer;

Como é grande meu amor por você

e dessa vez, Ninguém vai tirar você de mim.

Meu Flá; estamos caminhando para mais um ano de um lindo reencontro.

E como Roberto Carlos embalou nossa historia desde aqueles tempos,

nada mais justo, que lhe homenagear com musicas

que marcaram nossa história..

Eu te amo muito! Obrigada amor, por tudo!

Mais um carinho. Dessa vez do meu amigo

Fernando, que me incluiu na corrente de blogs da amizade.

Muito obrigada! Quero passar essa corrente a todos os amigos

que fazem o olhoscormel e constam na lista de links ao lado.

Obrigada pelo carinho e pela nossa caminhada. Beijos.

Plenitude

Lindinho! Ainda embevecida pela nossa tarde.

Ainda plena de tua companhia, teu amor.

Ainda em êxtase

das delícias que vivemos

e, ainda te tendo dentro de mim,

exalo teu cheiro!

Sinto tuas mãos em meu corpo

e uma imensa alegria em meu coração.

Saibas; quando da nossa casa te vais,

levas a minha alma, tudo que sou

e deixas o vazio da enorme saudade...

Mas, também ficam lembranças

e marcas inapagáveis,

que me ajudam suportar tua ausência,

até o próximo encontro,

até a próxima emoção.

Obrigada meu amigo Gui, pelo carinho. Fico imensamente feliz com esse

reconhecimento. Peço desculpas, mas é difícil pra mim indicar 7,

quando tenho tantos aqui linkados, que amo.

Quero indicar todos que me prestigiam com suas

visitas. Vocês são a razão de existir esse blog.