O Sol e a Lua

Era uma lua menina,

que o doce sol encantou.

Cujo perfume do luar,

em desejos transformou.

Era uma lua prateada,

a quem o sol se declarou

espalhando o seu aroma,

quando seus lábios beijou.

Era um lindo sol dourado,

que essa lua aqueceu,

encheu-se então de vida,

pelo amor que lhe deu.

Eram nuvens de algodão,

um mar cheio de ilusões,

um sonho de quimera,

onde viveram emoções.

Um dia o sol se foi

e a lua tão triste chorou;

se escondeu por trás da terra,

pela saudade que ficou.

Mas por obra do destino,

o sol reencontrou a lua,

que de tão embevecida,

lhe mostrou sua alma nua.

Então o sol envaidecido

Sorriu e sua face beijou,

despertando aquele sonho,

em esperança transformou.

Nesses sonhos e desejos,

enquanto a lua, o sol beijar,

entre tantos desencontros,

esse amor teima em ficar.

Chora o encanto da lua

aquece os raios do sol;

que de tão grande amor

vagueiam pelo arrebol.

31 comentários:

Flávio disse...

Belo, Olhos Doces... e melhor ainda é ver vc de volta! Bjs e um fim de semana cheio de alegrias! ;)

O Árabe disse...

Bonito poema, sim. O querer bem torna possível até o encontro de sol e lua. :) Desejo que o seu fim de semana seja só de paz e alegria!

Yvonne disse...

Minha querida linda,

Estou tomando a liberdade de enviar um comentário padrão para todos os blogs que eu amo de paixão. O motivo é que resolvi encerrar o meu blog por motivos pessoais. Não tenho mais condições de participar da blogosfera do jeito que eu gosto, mas não vou ficar para todo sempre distante. Por favor, leia o meu último post que explica a minha razão.

Beijocas

Yvonne disse...

Minha querida linda,

Estou tomando a liberdade de enviar um comentário padrão para todos os blogs que eu amo de paixão. O motivo é que resolvi encerrar o meu blog por motivos pessoais. Não tenho mais condições de participar da blogosfera do jeito que eu gosto, mas não vou ficar para todo sempre distante. Por favor, leia o meu último post que explica a minha razão.

Beijocas

São disse...

Minha querida Lúcia, que alívio te reencontrar aqui de novo!!
Delicioso , o teu poema.
Sê feliz, amiga.

© efeneto disse...

OI AMIGA.
Acredite que já tinha saudades do seu "oi lindinho...."
Devagar se faz as palavras e a amizade...devagar será o seu regresso.
beijito de amizade...devagar...

daniel disse...

Olá Olhos de Mel

Encantou-me a poesia. fixe-me nas palavra, sol, lua e saudade. Afinal as mesmas traduzem esperança!

Daniel

efvilha disse...

Olá, minha linda.

Um abraço, igualzinho aquele dado por bons amigos quando se reencontram.

Beijo de Paz, em ti.

C Valente disse...

Belo poema
Saudações amigas e boa semana

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá minha querida Amiga, que bom encontara a tua bela postagem...
Lindos os encontros do Sol e da Lua...
Brilhante!!!
Beijinhos de carinho,
Fernandinha

SILÊNCIO CULPADO disse...

Olhos de Mel
Lindo poema cheio de ternura e de magia e com muita alma dentro.
Um poema intenso e sentido como tudo o que escreves e como este lugar magnifico que visito.

Abraço

cõllybry disse...

Que bom a sua volta, querida...já sentia saudade...e como vai?

Belissimo poema de sol e lua, de amor que enche seu coração...

Doce meu beijo

Estrelinha disse...

Boa noite querida...
passando para te desejar uma boa semana...
vou mas deixo o meu terno e doce beijinho...

manuela disse...

Deliciosa valsa entre o sol e a lua...um conto poético a contar às nossas crianças...é bom estar de volta, eu também estive ausente, mas por motivos profissionais..espero que a vida te sorria!...beijos.

DelfimPeixoto disse...

Como sempre, um doce ... não fôsse escrito com mel

osátiro disse...

Poema cheio de sensibilidade!

Bia disse...

Assim como o Sol e a Lua existem muitos casais que vivem a impossibilidade de ficarem juntos... Triste destino!

Feliz por te ver de volta, meu anjo, com estes poemas e imagens que chegam para encantar o nosso olhar.

Ficam sorrisos, pétalas e beijos, menina linda dos olhos de mel, enfeitando teus sonhos nessa noite de lindo luar.

Maria Clarinda disse...

E aqui me tens mais uma vez venho buscar o teu beijo de mel. Jinhos

Ai meu Deus disse...

que belezura, minina! Pôxa!...

efvilha disse...

Olá, minha querida.

Vim colher pingos do mais doce mel.

Beijo de Paz, em ti.

le baladin disse...

écoute le chant des clochettes du 1er Mai elle viennent jusqu'à toi t'apporter le bonheur bisous phil

Luis F disse...

O Mar de Sonhos faz um ano de existência. Venho assim agradecer toda a amizade e carinho ao longo deste tempo.

O meu muito obrigado.

Com amizade

Luis F.

benechaves disse...

Oi, querida: que bom que vc retornou ao mundinho da blogosfera, hein? Espero que esteja bem de saúde.
Bonitos versos líricos e bem rimados!

Um beijo com rima...

Janaina de Almeida disse...

Bela poesia , um eclipse onde o sol e a Lua se encontram, com direito arima.
Mantenha seu romantismo sempre.
Um abraço e obrigada pelo carinho, beijos.

© efeneto disse...

Se a mágoa é um dom
duma vontade traída
humilhada e colorida,
que a experiência vivida
nos oferece com desdém...
se a mágoa é tudo isso,
eu não quero ser diferente
Prefiro não ser ninguém.
Prefiro agradecer a sua amizade
e fidelidade para com o Ø G®¡†ö ðö Þöë†ä.
Um fim-de-semana com amizade e G®¡†ös
É já agora com Þöësiä.

São disse...

Minha querida Lúcia , venho desejar feliz final de semana em companhia dos seus!
Beijos.

lua prateada disse...

Oi miga tão bom te reencontrar por aqui, aos pouquinhos vai indo .É preciso é tempo.E amiga sabes que eu sou a lua prateada e sou a SOl olha que coisa andaste comigo e na te vi eheheheh...Força miga e para a frente....
Não há medicamento mais adequado,precioso e eficaz para curar desgraças do que um amigo.
Nele nós encontramos, conforto quando estamos em dificuldade-
Com ele podemos partilhar a felicidade dos momentos de alegria.
Beijinho prateado com carinho e votos de um feliz fim de semana
SOL

Oliver Pickwick disse...

Ei, menina linda! Sinto-me feliz com a sua volta. E, retorna justamente com um poema que é 110% um reflexo do seu interior romântico, gentil e delicado.
Um beijo!

cõllybry disse...

Oi querida,vim saber como está...bem?

Deixo meu terno beijo

O Sibarita disse...

É Rapaaazzzzzzz! kkk Sua menina, sua menina!

Ai essa sua paixão... os versos dizem tudo e mais além...

bjs
O Sibarita

Deusa Odoya disse...

Amiga que poesia bonita, apaixonante...

Adorei!

bjinhos
Deusa Odoya