Assim é o meu amor

Amor, enquanto houver esperança,

uma réstia de luz em teus olhos

Vou lutar, acreditar, porque te amo.

Mas se no percurso, esse foco se apagar,

Com todo meu amor, com toda minha dor

vou aos poucos, te deixar seguir...

Ainda que muito eu sofra,

ainda que volte a me sentir um nada

e ainda que não consiga segurar essa dor,

te solto, me fecho em meu mundo

tentando me encontrar, achar um sentido,

porque assim, talvez eu possa prosseguir.

Na luz da lua, no cintilar das estrelas,

vou ter de volta, a luz dos teus olhos

porque preciso do teu amor...

Porém, se ao amanhecer, o brilho do sol

mostrar teu sorriso de felicidade;

minha luz apago e sigo feliz com essa dor.

54 comentários:

Luís Galego disse...

Mas se no percurso, esse foco se apagar,

que esse foco não se apague, tal é o amor que lhe dedicas...

instantes e momentos disse...

é muito bom vir semore aqui, me sinto bem.
Gosto daqui. Tenha uma bela tarde.
maurizio

le baladin disse...

l'espoir et l'amour ce que notre être à besoin pour vivre bisous phil

Gui disse...

Querida amiga, devemos sempre lutar enquanto houver uma espença por pequena que seja. Um beijo amigo.

Peter disse...

O meu texto: "olho o mundo à minha volta e sinto-me como um estranho" vem encontrar resposta neste teu poema em que apontas o caminho.

DE-PROPOSITO disse...

vou ter de volta, a luz dos teus olhos
----------
Seria bom, se fosse assim tudo tão simples. Mas, não é! Quantas vezes não aguardamos, momentos infindáveis, por um simples olhar.
Fica bem.
E a felicidade por aí.
Manuel

Beatriz disse...

Ah, minha doce amiga, que poema mais triste! Também a nostalgia da música deixa um pouco de cinzento no ar... volto depois, meu anjo, mas deixo aqui um raminho de florzinha do campo, num cantinho deste teu espaço, com uma estrelinha para acordar em ti um sorriso de paz.

Maria disse...

Não deixes que o foco se apague....

Beijos

Bandys disse...

Na luz da lua, no cintilar das estrelas, vou ter de volta, a luz dos teus olhos e a certeza, do quanto preciso do teu amor...

Lindo, lindo.
Ter a certeza do amor é uma dadiva.

beijos

Pelos caminhos da vida. disse...

Obrigada pela visita!

Poema um pouco triste.


beijooo.

Vieira Calado disse...

É assim o amor!
Bem haja!

O Sibarita disse...

Ô fia, você é japonesa, é? kkkk Abra os zóios sua menina! kkkk

Ai meu Deus do céu!

A poesia tá porreta, é a essência do amor verdadeiro, mas... kkkk

bjs
O Sibarita

lua prateada disse...

Ó miga linda por favor não fica assim não!...miga sei que é duro o que estás sofrendo mas...passa eu te garanto que passa e um dia recordarás com carinho ao lado do teu novo amor,aiiiiiii sim sim...vais ter um outro e grande amor.Força amiga
Beijinho prateado com carinho

SOL

Whispers in night disse...

Ola minha querida Amiga!


Obrigado por cada palavra tua, sao pessoas como tu que faz o mundo um cantinho sem fronteiras, e com verdadeiras amizades

Me encontrei no teu poema, vi uma alma de uma mulher apaixonada que sabe o que eh o verdadeiro amor....e tu es uma delas.

beijos mil em teu coracao de ouro
Rachel

Machado de Carlos disse...

Estou feliz porque você é a única pessoa que me visita neste blog.
Obrigado pelas suas palavras de carinho. Alegro-me sempre!
Beijos. Seu coração também é de ouro puro.

Beatriz disse...

Deixando o sorriso de um anjo e levando um raiozinho da tua luz.

Carla disse...

é forte e belo esse teu amor
parabéns
beijos

Yvonne disse...

Linda demais.
Beijocas

Yvonne disse...

Linda demais.
Beijocas

Oliver Pickwick disse...

Linda conterrânea, a poesia é linda, puro amor. Discordo apenas do desfecho, "sigo feliz com essa dor". São estados incompatíveis. Aliás, a dor de amor é uma advertência de que o momento é de um novo começo, de seguir em frente. Sem dor, é claro!
Um beijo!

VANUZA PANTALEÃO/OBRA LITERÁRIA disse...

Um belo poema de renúncia e doação:
apagar a própria luz, seguir com a própria dor...Carinho, Olhos de Mel!

C Valente disse...

O amor não pode ser um lamento, mas sim alegria
Saudações amigas

Desnuda disse...

Lindíssimo poema, Mel...É assim o amor - o verdadeiro amor. Muitos confundem o apego físico ao amor. O amor é muito mais que isso...É a exatidão do seu poema.


Grande beijo e lindo fim de semana, querida.

Luis F disse...

Um belo momento, uma bela musica e uma foto onde estás muito bem... sintonia e harmonia completa nestes 3 pilares...

Adorei

Beijos com amizade
Luis

Entre "aspas" disse...

O amor é uma chama ardente,não deixes que ele se apague...segue em frente.
Bjs Zita

M.E.D.T disse...

Oi amiga, que seu final de semana seja maravihoso
bjs

O Profeta disse...

Sabes!?...tu és uma mulher linda!



Doce beijo

daniel disse...

Olhos de Mel

Do meu pont de vista, o teu poema está bem concebido. Um dúvida me assalta, o mesmo pressupõe, problemas de saúde, o que pode ser lberdade poética na escolha da temática.
Seja como fôr, gostei do poema em si.
Beijinhos,
Daniel

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Amiga:
É aniversário da Bruninha, minha sobrinha e afilhada, ela faz 11 anos, mas não terá festa, pois o seu pai, meu irmão, teve um infarto e está hospitalizado. Venha para a sua festa. Há de comer e de beber também para adultos.
Bjs,
Renata
wwwrenatacordeiro.blogspot.com

Ψ disse...

Que seu final de Semana seja Perfeito !
Bjus

lua prateada disse...

A gentileza e o amor de uma pessoa podem mudar a vida de milhares,por isso neste fim de semana dá a todos que encontrares o amor e gentileza de que precisam.
Óptimo fim de semana...
Beijinho prateado com carinho

SOL

Bill Stein Husenbar disse...

É dificil ler e não ficar encantado com tanta profundidade.

http://desabafos-solitarios.blogspot.com/

Mello disse...

"Ainda que muito eu sofra,
ainda que volte a me sentir um nada
e ainda que não consiga segurar essa dor,
te solto, me fecho em meu mundo
tentando me encontrar, achar um sentido,
porque assim, talvez eu possa prosseguir. "

Conheço esta terrível sensação de sentir-me um nada e de ter de me recolher em mim para voltar a emergir mais forte. Mais um lindo poema...

Beijinhos,


Graça Mello

Grace Olsson disse...

meu docinho de coco

passei para te dar um beijo e comof alas de espoerança e amor...
os dois vivem lado a lado.
bjs e dias felizes

O Árabe disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
O Árabe disse...

Belos versos. O Amor nada exige, apenas existe... e nos faz conhecer a Vida. :) Bom fim de semana!

O Árabe disse...

Belos versos. O Amor nada exige, apenas existe... e nos faz conhecer a Vida. :) Bom fim de semana!

Flávio disse...

Desanimado como sempre, né, Olhos Doces? Mas bonito... muito bonito! :) Bjs, bom fds

O Sibarita disse...

Sua menina, levanta, sacode a poeira e da a volta por cima...

Ai, por que este olhar triste assim, fia? Tô vendo daqui, viu? Se alerta dona moça!

Oxente, onde já se viu moça tão bonita nesse estado? Não pode não!

"Tudo que você guardar não lhe pertence/ Pertence ao tempo que tudo transformará/ Só é seu aquilo que você dá/O beijo que você deu é seu, é seu beijo!

bjs
o Sibarita

intimidades disse...

adorei o blog

Jokas

paula

Duarte disse...

Ama intensamente, sem reservas, serás compensada, verás.
Amar é uma entrega total, nunca te arrependas de amar assim. Se não es correspondida corta e voa.
Encontrarás, sem dúvida, o teu grande amor.

Beijos

looking4good disse...

Que no percurso esse foco nunca se apague. Um excelente domingo, com sorrisos, flores e ...poesia!

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Fiz novo post sobre um filme que eu não sei se vc viu. Vc verá como há menos coisas postadas.
Um abraço,
Renata
wwwrenatacordeiro.blogspot.com

Voz do meu Coração disse...

Um amor é belo quando é livre e não se exige nada em troca, não se compra, não se vende e não se dá, simplesmente se deve partilhar.
Espero que você venha a viver o mais belo amor de todo o planeta, pois tem um coração lindo.
Bjs

Dora Coimbra disse...

Nunca se arrependa de amar, pois o amor é o mais belo sentimento humano e todos o devemos partilhar.
bjs

Beatriz disse...

Vim te trazer um ramalhete de violetas atado com o sorriso de lindos anjos, para enfeitar teu domingo. Um beijo no coração!

Etelvina disse...

Ai, ai!

Que amor doído.

Queria dizer que isso passa.
Mas sei que vc não vai ouvir,
então:
deixe que sangre
e renasça
Assim como a medula produz
sangue novo a cada instante
seu coração
vai florir em amor
Aguarde.

beijo paulista pra ti

Ynot Nosirrah disse...

Gostei de seu blog. Gostaria de convidá-la a conhecer os meus também.

www.conscienciaacademica.blogspot.com.

www.comcienciabrasil.blogspot.com.

osátiro disse...

poema sensível, intimista e cheio de frescura.bjs

LuzdeLua disse...

Obrigada pelas constantes visitas amiga. Bem sei o quanto os amigos nos fazem falta.
A depressão ainda é forte.
Mas os caminhos haverão de se abrir.
Um beijo querida

SILÊNCIO CULPADO disse...

Olhos de Mel
Isso é amor, total e inteiro. Esse amor que se sobrepõe à dor para ser amor.
Só uma mulher de alma linda como a tua o saberá tão bem cantar.

Beijos, amiga

DE-PROPOSITO disse...

Na luz da lua,
------------
A lua!,... que sabe tantos segredos das pessoas, e que continuam segredos, porque ela nada deixa escapar.
Fica bem.
E a felicidade por aí.
Manuel

MARIA disse...

Olá minha querida,

Tenho estado um pouco ausente.
Desculpe, impossibilidades minhas.
Mas aqueles a quem um dia abrimos as portas do nosso coração sempre terão presença na nossa alma.
Pode ser que essa presença se altere, se modifique na substância ou na forma, mas tudo o que um dia se sentiu, existirá em nós, sempre. Nem que seja porque existiu uma vez e até daquilo que morre não se nega a existência...
Assim também sempre terei em mim a sua doce presença, mesmo que esteja ausente, creia.
Este poema é como todos os seus poemas - escrito com as letrinhas da sua alma.
Conheço essa forma de escrita ...
Compreendo-a muito bem.

Desejo forças na sua caminhada ...
Um beijo amigo.

Maria

Honestino Afonso Xavier disse...

boa noite

parabéns pelo blogger..
quando der visite o meu
deixe recado.
abraços