Razão e emoção

Amar em silêncio é como um sonho;

furtivos encontros, diz a razão:

é inquietude na alma, solidão,

noites mal dormidas, dor no coração.

Sentir sem tocar, tocar sem sentir,

vida a dois, que parece nem existir.

Amar em silêncio, um amor tão sentido,

tão desejado e tão escondido,

machuca, por dentro corrói,

por nunca ter de fato, existido.

Vida cheia de incertezas

e nelas a alma sangrando, dói.

Duras decisões! Dita a emoção:

o amor, ainda assim, vive;

ainda que entre risos e lágrimas,

ainda que na solidão das noites,

nos caminhos paralelos,

Sonhar, ainda é preciso!

Alçar vôos por caminhos inimagináveis...

a teu lado, explicação? Pouco importa;

nessa hora, esqueço a razão

a emoção fala mais alto, abro a porta.

Em meus caminhos invisíveis,

sigo apenas o que dita o coração.

E nesse encanto, de amor e desejos,

nos teus braços, em cada carícia,

loucamente, me perco em teus beijos!

Boa noite meu amor!

Boa noite meu amor!

Nessa hora, em que a saudade se faz dor

sinta o pousar dos meus lábios nos teus.

Contigo é sublime o adormecer,

tão sublime quanto sentir tuas carícias,

que me fazem estremecer.

Tão profundo é o meu sentir!

Tão imenso, que fica difícil exprimir.

E nos meus doces sonhos

encontro teus olhos castanhos,

a tua voz, suave feito canção,

me desnuda, me faz só emoção.

No encanto do teu sorriso

faço do teu corpo um paraíso.

No teu suave toque, enlouqueço,

em teus afagos, entonteço...

No sonho de uma noite encantada,

no calor dos teus braços, fico extasiada.

No deleite desse meu sonho,

fecho os olhos e me exponho,

assim, em teus braços, nem quero acordar...

Mas, chega a hora, não tem jeito,

abro os olhos, apenas te sinto em meu peito,

já não consigo te abraçar.

Assim é o meu amor

Amor, enquanto houver esperança,

uma réstia de luz em teus olhos

Vou lutar, acreditar, porque te amo.

Mas se no percurso, esse foco se apagar,

Com todo meu amor, com toda minha dor

vou aos poucos, te deixar seguir...

Ainda que muito eu sofra,

ainda que volte a me sentir um nada

e ainda que não consiga segurar essa dor,

te solto, me fecho em meu mundo

tentando me encontrar, achar um sentido,

porque assim, talvez eu possa prosseguir.

Na luz da lua, no cintilar das estrelas,

vou ter de volta, a luz dos teus olhos

porque preciso do teu amor...

Porém, se ao amanhecer, o brilho do sol

mostrar teu sorriso de felicidade;

minha luz apago e sigo feliz com essa dor.

Ilusões

Talvez esteja acordada.

Ou, esse seja um momento,

em que eu quisesse

dormir uma eternidade.

Um mundo que cai,

uma realidade que se descortina.

Uma vida que vai,

uma noite fora da rotina.

Pessoas que se desnudam

e no dia a dia, em silêncio escancaram.

Atitudes que denunciam

o que a boca não fala,

olhos que desmentem,

o que em confissão se declara.

Uma ilusão,

uma amargura se instala.

Folhas que caem,

que fora do tempo murcharam.

Desejo contido,

amor reprimido.

A doce ternura... os sonhos... um apelo...

Uma louca vontade!...

Sumir no mundo,

desencanto que desatina.

Antes, fosse apenas um pesadelo;

ai meu Deus, quem dera!...

Rosas para o meu amor

Dentre as flores viçosas do meu jardim,

a mais meiga e perfumada; és tu, rosa!

A ti confio um carinho ao meu amor,

pois és, uma flor bela e formosa,

Entre as dálias e as orquídeas,

desse jardim, tu és a preferida;

rosas, que em cores tão vivas

trazes essas cores a minha vida.

Tens por nome, apenas rosa;

e até em sobre tom, matizada,

sempre rosa, hás de ser,

em qualquer cor, que sejas encontrada.

Em todo canto, és um encanto...

em cada encanto uma paixão,

em cada buquê um espanto,

da beleza singela do teu botão.

Rosa que carrega em tuas cores,

a lágrima orvalhada de saudade,

nessa hora, te acompanho onde tu fores,

me faço rosa, dentre as rosas, de verdade.

Se em cada rosa que te mandasse,

eu escrevesse uma declaração

e, carinhosamente, te dedicasse,

faltariam rosas, pra te falar de emoção.

Rosas para o meu amor,

rosas que revelam meu desejo.

Rosas que levam um beijo de saudade,

pelo tempo que não te vejo.

Mais um carinho, que deixo aos amigos.

Obrigada minha amiga Renata, pelo lindo selinho