Aprendi

Aprendi a olhar para o céu

e ver apenas, as estrelas;

porque os olhos do meu amado,

nem sempre quererem me ver.

Aprendi a chorar durante as noites

e sorri com o primeiro raiar do sol;

porque tudo aquilo que me entristece

ninguém se importa e pode aborrecer.

Aprendi a caminhar sozinha;

porque a vida me mostrou,

que é apenas meu, o caminho

e ninguém é obrigado seguir comigo.

Aprendi a não acreditar no amor,

chorar e emudecer a minha voz;

porque preciso esquecer o que sinto

e ninguém se importa com o que digo.

Aprendi que estamos sós no planeta,

que apenas Deus nos conforta

nos faz adormecer com os sonhos

e acordar pensando apenas na lida.

Aprendi que amor é uma palavra morta,

amar, o mundo já não comporta

e eu preciso ainda cumprir

o percurso que resta da minha vida.

13 comentários:

Luma Rosa disse...

É clichê mas verdadeiro: primeiro devemos nos amar para depois amar o outro, afinal, quem ama realmente, quer dar o melhor de si e melhorar o que está a sua volta. Boa semana! Beijus,

O Árabe disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
O Árabe disse...

Essa tristeza passará, acredita; o tempo tudo modifica. É resistindo ao orvalho da noite, que poderemos desfrutar do calor do dia. :) Boa semana!

João Moreira disse...

Olá querida,
Sabes, o amor é uma palavra bem viva, o que acontece é que infelizmente chamamos amo a tudo menos ao que ele é verdadeiramente.
Fica bem
Beijos doces

São disse...

Mimha querida, posso assinar por baixo?

Uma doce Páscoa em companhia dos seus.

lua prateada disse...

Ó minha querida amiga...por experiência eu sei o quanto custa aprender a ser só e sempre só para tudo.....contudo com os anos...cada vez mais só estou, acabamos por nos habituar apesar de vir de quando em quando aqueles dias aquelas horas de uma tristeza sem fim................mas cá vamos indo ou ficando ...já nem sei muito bem...
FELIZ PÁSCOA!...
passei para te convidar para minha festa!passa lá e te diverte...Obrigada pela presença...Beijo de prata

SOL

Manuela disse...

O caminho é apenas seu mas acompanhada...não importa quem, só importa que seja verdadeiro...bjs.

looking4good disse...

Pois que o caminho seja arável e florido... e os espinhos poucos apenas os suficientes para que a rosa seja mais apreciada.

Continuação de uma boa semana com sorrisos, flores e ...poesia.

PS: Notei que faltam as datas dos posts (o que julgo ser uma informação importante para os leitores).

Desnuda disse...

Minha querida amiga, uma feliz Páscoa para você e sua família! Beijos!


Trouxe um bombom recheado de carinho.

..___ ........ ,-."'""-. ....... ___
. \....."-. .. /............\ . ,-"...../
... >..-=.\/....BOM....\/.=-..<
... >..-='/\....BOM...../\'=-. <
. /__..-´.. \............./.. `-.__\
...................'-........-'

Maria Valadas disse...

Minha querida Mel,

Gostei do poema, apesar de achar que é triste ( e que essa tristeza é verdadeira).

Melhores dias, virão!

UMA EXCELENTE PÁSCOA!

Beijinhos.

Maria

Maria Valadas disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Olhos de mel disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Janaina disse...

Lúcia querida,antes só que mal acompanhada,se apegue em Deus mesmo.Tudo de bom para ti,um abraço.