Ah, Saudade!...

Saudade...

... é dor que dói, sem doer;

É lágrima que cai sem querer.

É realmente, uma palavra difícil de definir.

Pois é tão doída que fica complicado exprimir.

É uma angústia que não passa, não se explica,

mas quando a noite vem...

ah, saudade que dói, se intensifica!..

Saudade é uma porta entreaberta,

uma casa vazia, ainda que cheia, em festa...

Saudade é um nada, que nos preenche de tudo;

desde a lembrança do amor,

que apesar de tão perto, está distante,

que nem sempre, se tem a presença constante...

é um mundo abstrato, apenas nosso, difuso.

São beijos e carinhos afogados na dor.

Como o sentir é algo intransferível, pessoal,

cada um tem a sua verdade, sua definição;

mas toda saudade têm algo em comum, normal...

...ah,saudade!... quando ela não mata,

maltrata, machuca o coração.

Meu amado; obrigada por existir em minha vida!

Amor essa musica vai especialmente pra você, com todo meu carinho...

16 comentários:

looking4good disse...

Mais um belo poema ao estilo lusófono não fosse a saudade tema. Ah Saudade..., pois, não se explica!... é o Fado... Votos de um excelente fim de semana, com muitos sorrisos, flores e poesia :)

La sonrisa de Hiperión disse...

Como siempre un placer haberme pasado por tu espacio...

Saludos y un abrazo.

Fernando Santos (Chana) disse...

Belo poema...Espectacular....
Cumprimentos

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Definiste bem: saudade é um nada, que nos preenche de tudo (lembranças). Melhor tê-las do que não tê-las. Não tê-las é não viver, é ficar parado, é passar pela vida.
Belo poema, querida Lúcia.
Beijos!!!
Renata

Everson Russo disse...

Lindo seu blog, lindo o poema,,,saudade é algo que entra no peito da gente e pra sair é muito dificil...grande beijo de bom final de semana.

www.olivrodosdiasdois.blogspot.com

Daniel Costa disse...

Lúcia

Belo poema falando de saudade, esse estado de abstração, que muito nos diz ao coração. Saudade é um estado de alma, bastante definida, como tal, na língua portuguesa.
Beijos

~*Rebeca e Jota Cê*~ disse...

Lucia,

Saudade é algo que sempre vai martelar na lembrança. O amor faz a gente sentir que a definição desse sentimento é impossível.

Beijo imenso, menina linda.

Rebeca

-

Vanuza Pantaleão disse...

Lúcia, querida!
Saudade machuca mesmo, mas mesmo assim, isso quer dizer que vivemos e temos boas lembranças.
Estou com visitas em casa, amiga, deculpe-me se me atrasei em te retornar. Essa época é complicadinha, mas gostosa, né?
Te adoro! Bom domingo!!!Bjsss

São disse...

Minha querida, a saudade corre no sangue de toda a gente de algum modo relacionada co Portugal...e a menina não foge à regra, não.

Um felzi domingo lhe desejo.

Ah, amei a canção, que não conhecia.

Everson Russo disse...

Uma linda tarde de domingo pra ti amiga e uma semana toda iluminada...grande beijo.

Everson Russo disse...

Uma semana toda linda pra ti amiga,,,muita paz e carinho...beijos.

Desnuda disse...

Querida amiga,

a foto está belíssima e o poema acompanha na beleza poética.

A saudade realmente é tudo isso e "maltrata, machuca o coração".

Maravilhosa semana e beijos com carinho, amiga.

Valquíria Oliveira Calado disse...

Olá amiga mel, convido-a a conhecer meus espaços, fechei o essências das emoções do motivo técnico, vem conhecer o valvesta irás gostar, bjos.

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

Penso que pior do que a saudade,
é passar pela vida
e não ter a quem lembrar.
Mesmo doloridas
as saudades valem a pena...

Que os sonhos te acompanhem sempre.

O Árabe disse...

Belo e intenso... como sempre encontramos aqui. :) Boa semana!

Vieira Calado disse...

Olá, amiga!

Já não a "via" há um tempinho...

A palavra saudade

é apanágio desta nossa língua!

Beijinhosss