História de amor
Olhando as estrelas no céu brilhando

vejo teu olhos, nos meus, cintilando.

Essa intensa luz é mesma que vejo

quando os teus doces lábios, beijo.

Entre lagrimas e sorrisos de felicidade

faço do nosso tempo eternidade...

Em tuas mãos entrego meu coração

te falo baixinho, com toda emoção...

que apesar da minha insegurança,

em ti confio feito criança,

esse amor tão grande, tão perfeito,

que parece não caber em meu peito.

Já não sei mais, sem ti, caminhar;

sem essas mãos a me tocar,

sem esses lábios a me beijar...

Se escrevo, sinto tua mão a me guiar

e em um lindo pergaminho

desenho teu nome, sigo o instinto

faço rabiscos, digo como me sinto...

e esse amor que consome meu ser,

é uma linda história de amor,

que ao longo dos anos vimos crescer

13 comentários:

Maria Valadas disse...

Oh que saudade de te ler minha amiga!
Perdeu-se o meu caminho no labirinto deste mundo blogueiro... e vim descobrir a querida olhos de mel n´outro blog.

E fiquei deliciada com esta bela histórias de amor.

Boa semana, minha querida,
Beijos

Maria

Fernando Santos (Chana) disse...

Olá Lúcia, bela fotografia acomponhada de linda história de amor...Espectacular....
Cumprimentos

O Árabe disse...

Lúdico, poético, apaixonado... belo poema! :) Boa semana.

Vanuza Pantaleão disse...

Tão gostoso sermos consumidos pelo fogo do amor e da paixão...

Só aqui, amiga, no teu espaço, encontramos esse doce momento de puro romantismo.

Beijos no teu querido coração, Lúcia!!!

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

Penso que um amor
só pode ser chamado assim,
se receber de nós,
a entrega e a confiança plena.
Assim palavras e sentimentos,
se tornam cúmplices
de uma vida
que vale a pena ser vivida.


Que sempre haja tempo para os sonhos
em tua vida.

Desnuda disse...

Amiga,

Que poema lindo inspirado por tão belos sentimentos! Amei!!!!


Beijos com carinho.

Daniel Costa disse...

Lucia

Trocamos comentários há muito, o que representará mais neste meio "one". Tenho passado (sinto) por vária fases tuas. Esta parece-me excepcional, o que se reflete, em dar a impressão ser a tua poesia mais solta. Saíu um poema excepcional.
Beijos

Everson Russo disse...

Sempre gostoso divagar nas historias de amor,,,na leveza que elas nos proporcionam,,,beijos de bom dia pra ti.

A.S. disse...

Belo poema de amor querida! As palavras têm a doçura do mel...:))


Beijos!
AL

SILÊNCIO CULPADO disse...

Que bom que é falar do Amor como continuidade, como chão e como construção.

Lindo.


Abraço

Everson Russo disse...

Um lindissimo final de semana pra ti querida...beijos.

Paula Barros disse...

É gostoso lermos poemas de amor, onde há cumplicidade e entrega.

Lindas fotos. Você está linda. beijo

Leovi disse...

Que bonito poema y que dulce, esas son verdaderas palabras de amor. Besos.