Brincando com as palavras

O que tiver que ser, será

Oi meu dengo to aqui avexada:
já joguei flor na encruzilhada,
já pedi a Oxalá, proteção.
Já fui naquela velha cartomante
tomei até um chá calmante.
pra controlar minha aflição.

Já te mandei uma foto nua
juntei a minha com a tua,
botei num prato com mel.
Acendi vela de sete dias
usei todas as formas de magias
e até agora, só provei o fel.

Já rezei por treze dias.
uma trezena de Ave Marias,
pra amarrar teu coração.
Escrevi teu nome na calcinha
enrolei numa flor branquinha,
com um galho de manjericão.

Já te fiz alguns poemas,
usando todos os fonemas
te mostrando meu tesão.
Já sonhei com aquela lua,
com aquela cama e eu nua,
cheia de amor e paixão.

Agora tô que tô! Já sacramentei:
essa história ao Pai entreguei...
o que tiver que ser, assim, será.
A migué, eu vou seguindo,
levando minha vida sorrindo,
na delícia do Deus dará.

29 comentários:

O Árabe disse...

Muito bom, viu? Pitoresco e inteligente! Bom resto de semana, bom ver você de volta.

Leovi disse...


bonita foto con el arco iris de fondo, un exquisito poema.
Besos.

Machado de Carlos disse...

No mar de delícias e de corações fortes, chegam-se ao mundo da imensa excitação.
Entram-se na magia absoluta e degustam-se cheiros, cores da calcinha que cobre a nudez. Há trocas incalculáveis de recíprocos dengos; - uma viagem ao mundo maravilhoso!
Entro sim, em cada verso Olhos de Mel!
Beijos!...

Fernando Santos (Chana) disse...

Belo poema...Espectacular....
Cumprimentos

Everson Russo disse...

E o que tiver de vir virá,,,na hora certa...beijos e uma linda noite com flores pra ti amiga...

São disse...

Hey, Lucinha!!

Um dos seus poemas mais lindos e que mais me agradaram ler, com um ritmo intenso e um sabor popular encantadores!

Prossiga, amiga, orossiga!

Abraço forte.

silvioafonso disse...

.



Amanhã eu te direi por que
Ela era forte, tão forte
que não se humilhou quando
o marido, com toda ou nenhuma
razão a deixou na direção da
casa e da vida que o destino
conturbou.
Volta lá amanhã e eu te darei
um beijo.

Isso me dará prazer.

silvioafonso






.

Everson Russo disse...

Uma noite repleta de paz e poesias pra ti minha amiga e uma bela sexta feira...beijos e flores...

vieira calado disse...

Boa noite, amiga!
Aqui deixo as minhas Saudações Poéticas!

O Sibarita disse...

Rapaazzz, que zorra é essa moça? kkkk

Inspiradíssima!

Um poema de tirar o folego, ou seja, de levar o leitor do zero ao infinito dos desejos, dos tremes-tremes sob os lençóis, ô porreta! kkkkkkkk

Dona menina.... Hummmmmmm! kkkkkk

Mil!

O Sibarita

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

Gosto das
palavras
que semeiam alegrias.
Com elas
a vida se veste
de sorrisos.

Que haja sempre um sonho
a te habitar o entardecer do dia.

Aluísio Cavalcante Jr.

Vanuza Pantaleão disse...

Legal, amiga!
É assim mesmo que eu penso: a gente faz o que pode - e o que não pode também [risos]. O resto fica na Mãozinha de Deus e tá bom demais.
Lucinha, mil carinhos pra ti e tua família nesse fim de semana!!!!

Evanir disse...

Fico feliz em perceber que certas pessoas,
como nós, têm a capacidade de reconstruir para recomeçar.
Isso é sinal de garra e de luta, é saber viver, é tirar o
melhor de todos os passageiros.
Agradeço a Deus por você fazer parte da minha viagem,
e por mais que nossos assentos não estejam lado a lado,
com certeza,o vagão é o mesmo.
Com saudades desejo um feliz Domingo,
beijos na sua alma carinhosamente,Evanir.
A Viagem..

Daniel Costa disse...

Lucia

Há casos dengosos, mo nordeste a nos merecer amulutos, jestos de benzeduas,indias cartomantes até. Depois seja o que Alá quizer!
Beijos

Moça disse...

Mto inspirado seu poema!!!
adorei... o que tiver de ser, será! sim!!!
gostei mto do seu blog!
bjo
opinandoemtudo.blogspot.com

O Árabe disse...

Aguardamos sua volta. Boa semana!

O Profeta disse...

De folhas de Outono se coroa uma tonta
Lancei pedras sobre as ondas furiosas
Teimosamente arde neste peito uma raiva
E vi muito lixo num covil de raposas

As coisas que um poeta vê
As coisas que que invadem uma alma demente
Num silencio contaminador, estonteante
Ouvi palavras de amargo presente

Cheguei finalmente a uma certa praia
Fiquei encoberto por uma mancha de gaivotas
Na impressionante fachada da minha alma
Fecham-se com estrondo todas as portas


Doce beijo

Vanuza Pantaleão disse...

Lucinha de mel, vim aqui do matagal pra aprender melhor seus feitiços. Vai que preciso de um?!!![risos]
Miga, fico contente de te ver de braços abertos para a vida.
Tudo de belo e de bom pro'cê, viu?
Beijinhos...

BlueShell disse...

Gostei...me encantou! Bj

ONG ALERTA disse...

Sim sempre será beijo Lisette.

Moça disse...

Sempre, acredito que tudo acontece como tem de acontecer!
bjo
opinandoemtudo.blogspot.com

O Árabe disse...

Esperando o próximo post. Boa semana!

O Sibarita disse...

Ô fia, ao deus dará espero nova postagem, viu? Omodeu! kkkkkk

O Sibarita

Vanuza Pantaleão disse...

Passeando, Lucinha?
Beijos, doce amiguinha!

Evanir disse...

Querida Amiga bateu saudades com muito carinho venho desejar um lindo final de semana um pouco adiantado.
estou fazendo assim para tentar visitar um pouco mais de amigos(as).
Um beijo na sua alma ,Evanir.

O Profeta disse...

Se o mar adormecer em desvario
As ondas não mais se formarem
Se as gaivotas se perderem do ninho
As árvores mais altas tombarem

Se o dia não encontrar a manhã
As nuvens deixarem de chorar água pura
Se as pedras da ilha roubarem a cor ao verde
As tua palavras deixarem de ser raiva dura

E passei para te deixar a minha palavra...


Doce beijo

lua prateada disse...

Minha querida, há quanto tempo...é verdade mesmo, por vezes não adianta fazer seja o que for que nada resulta...único remédio...continuar seguindo...Passa no meu cantinho, tenho andado tão afastada...Bjito meu amiga

SOL

fabiofan disse...

Sua qualidade poética e invejável consegue ao mesmo tempo um ar de seriedade e com certo humor resultando em uma delicia de leitura.

MINHA VIDA DE CAMPO disse...

Linda poesia, esse jogo de palavras ficou muito interessante, esse tom lúdico dá um encanto ao conjunto.
Adorei seu cantinho poético.
Tenha uma ótima semana.