A dançarina do ventre


19 comentários:

✿ chica disse...

Mas que linda! Adorei! Beleza de vídeo, poesia! Não sabia que eras dançarina ... bjs, chica e tudo de bom( não escrevo romances, apenas minhas bobageadas por lá nos meus cantinhos,rs)

O Árabe disse...

Excelente postagem, Olhos de Mel! Texto, música e imagens ótimos! Muito boa, mesmo! Boa semana.

Daniel Costa disse...

Amiga e querida Lúcia, a beleza de poema, abrilhantado com um bonito espetáculo. Que grande sensibilidade!
Beijos

Rakel disse...


Ola! Seguindo, retribui? https://www.facebook.com/LovelyStyleBlog http://alovelystyle.blogspot.co.uk/ Obrigada!

Vanuza Pantaleão disse...

Querida Lúcia, bom dia!
Olha, eu tenho uma admiração enorme por esse milenar estilo de dança. Aliás, a dança não é só o corpo, a dança renova também nossas almas.
Esse vídeo nos revela o seu ecletismo como mulher que transita com beleza e leveza entre a dança e a própria vida.
As imagens e o corpo serpenteando ao som dos tambores, tudo isso, um espetáculo dos mais belos que já assisti. Parabéns!!!
Muita energia e paz nos nossos corações!
Para o meu netinho, aquela ternura de sempre.Bjssss

Evanir disse...

Obrigada querida amiga pelo carinho.
Senti muito com sua ausência e depois com a saída do Everson ,
que era um grande companheiro do de todos nós.
Feliz por te receber novamente
vamos continuar com essa amizade ,
que que por dura até a eternidade.
Beijos um dia lindo e feliz .
Beijos.
Evanir.

Marina Fligueira disse...

¡Holaaa!

Exquisito todo lo visto, tanto la música como las imágenes, en fin todo hermoso. ¡No tengo plabras! Es todo un placer pasar por este espacio musical y danzarín.

Te dejo mi gratitud y mi estima.
Un beso y se muy muy feliz.

Zilani Célia disse...

OI LUCIA!
UM BELO TEXTO E IMAGENS, ADOREI.
ABRÇS

http://zilanicelia.blogspot.com.br/

Vanuza Pantaleão disse...

Querida, você salvou os pobres fungos e até o próprio blog do extermínio na blogosfera, hahaha. Puxa, o bicho ali pegou![risos]
Ah, tem uma pequena academia de dança aqui pertinho de casa, sabe que esse seu belo vídeo me deu até vontade de tentar dançar?
Mas, ao contrário de ti, nem vou pensar em me mostrar, senão vou espantar os poucos (se é que os tenho) admiradores que ainda me restam. Ah, minha doce amiga, essa descontração de agora foste tu que me passaste.
Te adoro, viu? E quanto ao nosso netinho, quando for visitá-lo, dê-lhe muitas beijoquinhas por mim. Fiquem todos com Deus!!!

PAULO TAMBURRO. disse...

Sou seu mais novo seguidor.

Agradeço seus comentário no Fragmento ao acaso e fiquei feliz ao chegar aqui,encontrar uma artista de uma dança difícil, sensual e milenar.

O vídeo é especialmente encantador.

Parabéns!

Um abração carioca.

Leovi disse...

Parabéns por esse grande poema, linda barriga!
Beijos !!

Evanir disse...

Amiga hoje venho desejar um feliz e abençoado final de semana beijos no coração.
Evanir.

Branca disse...

A música, a dança sensualizam o poema. Muito belo!
Um abraço.

O Sibarita disse...

Hummmm.... kkk A dona menina, faz e acontece na dança hein? kkkkkkk

Rraaapppazzzz... Porreta, a poesia expressa o que se vai pelo sensual do corpo dançante né não? kkk

É mil!

O Sibarita

Silenciosamente ouvindo... disse...

Também dançarina?
Vou ver.
Beijinhos
Irene Alves

Lucimar da Silva Moreira disse...

Maravilha de dança, beijos.
Blog /Fan Page / Twitter /

O Árabe disse...

Aguardo o próximo post; boa semana!

Marina Fligueira disse...

Paso de nuevo para regocijarme con esta danza del vientre.
Preciosa.
Un beso.

MARILENE disse...

Uma dança que encanta. Parabéns! Assisti ao vídeo no blog da Irene Alves e não resisti . Vim conferir em seu espaço. Bjs.